Taxa de desemprego dos EUA cai para 9% mas contratações não acompanham

Dados do Departamento do Trabalho

Taxa de desemprego dos EUA cai para 9% mas contratações não acompanham

04.11.2011 – 13:04 Por Ana Rita Faria

 

A taxa de desemprego nos Estados Unidos caiu em Outubro para os 9%, o nível mais baixo dos últimos seis meses, mas o crescimento do emprego está ao ritmo mais baixo dos últimos quatro meses.

De acordo com os dados hoje divulgados pelo Departamento do Trabalho americano, a taxa de desemprego caiu de 9,1% para 9% em Outubro, o valor mais baixo dos últimos seis meses. Contudo, esta melhoria deveu-se, sobretudo, a um aumento da força laboral, visto que a taxa de desemprego é medida em percentagem da população activa.

Sinais menos positivos vêm do número de trabalhadores a receberem salário, que estão a aumentar ao ritmo mais lento dos últimos quatro meses. Em Outubro, a fatia de assalariados aumentou em 80 mil pessoas, o que comparada com os 102 mil dos dois meses anteriores. A estimativa média dos analistas inquiridos pela Bloomberg era de um aumento de 95 mil pessoas.

A situação de crise na Europa e o abrandamento da economia americana terão, contudo, levado várias empresas a limitarem as contratações.

A Reserva Federal americana, que falou esta semana do “abrandamento frustrante” do país, prevê que, na melhor das hipóteses, a taxa de desemprego só desça abaixo dos 8% em 2013. A dificuldade em reduzir o número de desempregados levou, aliás, o presidente do banco central, Bem Bernanke, a admitir a possibilidade de estímulos adicionais à economia.

FONTE: http://economia.publico.pt/Noticia/taxa-de-desemprego-dos-eua-cai-para-9-mas-contratacoes-nao-acompanham-1519549

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *